Maçonaria e Religião

Maçonaria não é uma religião, nem tampouco sua substituta. Todavia, o princípio básico para que algum candidato possa ingressar à Ordem é que ao menos creia em um Ser Supremo. A Maçonaria também não fornece nenhum sistema de fé própria.

 

O ser Supremo

Os nomes usados ​​para o Ser Supremo permitem aos homens de diferentes credos juntarem-se em preces e orações (a Deus como cada um vê-Lo), sem os termos da oração causando dissensão entre eles.

 

Volume da Lei Sagrada

A Bíblia, referida por Maçons como o Volume da Lei Sagrada, está sempre aberta em todas as reuniões Maçônicas.

 

Maçonaria apoia a Religião

A Maçonaria está longe de ser indiferente à religião. Sem interferir na prática religiosa que espera que cada membro possa seguir sua própria fé, e colocar acima de todos os outros direitos seus deveres para com Deus (ou por qualquer nome que seja Ele conhecido, como Jeová, Javé etc.). Seus ensinamentos morais são aceitáveis ​​para todas as religiões. Concluímos que a Maçonaria é, portanto, uma defensora da religião.